ClippingNotícias

SENAI Paulista apresenta Projeto NEO para representantes da Co-Impact

Por 7 de julho de 2020setembro 13th, 2020Sem comentários

Em busca de novos projetos para fomentar, representantes da rede colaborativa Co-Impact desembarcaram em Pernambuco, na última semana, para conhecer o Aliança NEO Brasil, iniciativa do Instituto Aliança que visa aumentar as oportunidades de emprego para jovens em situação de vulnerabilidade. O SENAI Paulista, que desde 2018 adota a metodologia do Projeto NEO, foi uma das instituições visitadas pela comitiva. A expectativa, agora, é ser uma das oito instituições selecionadas para receber um aporte de até 500 mil dólares para aumentar ainda mais o alcance do projeto.

O NEO é uma iniciativa que busca de soluções para o desemprego entre jovens na América Latina e no Caribe. O projeto é dirigido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), por meio do seu Fundo Multilateral de Investimentos (BID Lab), em conjunto com a International Youth Foundation (IYF) e com diversas empresas. No Brasil, o projeto é executado apenas em Pernambuco e liderado pelo Instituto Aliança, que firmou alianças com instituições como o SENAI Pernambuco, Governo do Estado, C.E.S.A.R e Porto Digital, além de empresas. O projeto, hoje, é desenvolvido em 43 escolas técnicas estaduais e nas cinco unidades do SENAI Pernambuco localizadas na Região Metropolitana do Recife, além de ter algumas ações já iniciadas nas escolas do Agreste e do Sertão.

Agora, a iniciativa foi uma das 12 pré-selecionadas, entre 445 projetos inscritos de todo o mundo, para receber novos recursos, desta vez provenientes da rede Co-Impact, que patrocina projetos por meio do New Venture Fund. Para isso, a diretora da Co-Impact, Kappie Farrington, e o consultor Jeff Hall, visitaram o SENAI Paulista, onde se encontraram com o diretor da unidade, Fernando Freyre Filho, e com a coordenadora do Projeto NEO no SENAI Pernambuco, Andréa Ramos. No local, eles viram na prática o resultado de duas das principais atividades desenvolvidas: a formação de docentes em educação 3.0, que foi ofertada para 48 professores da instituição, e o Projeto de Vida, um curso que visa desenvolver as competências socioemocionais dos estudantes.

“O que estamos fazendo aqui tem um impacto muito grande. Cerca de 400 alunos já foram atendidos pelo Projeto de Vida. O SENAI recebe muitos jovens em situação de vulnerabilidade. Esse projeto veio para abraçar essa fragilidade e desenvolver as competências socioemocionais desses jovens para entregá-los bem capacitados ao mercado de trabalho”, explicou Andréa Ramos. De acordo com Fernando Freyre Filho, o índice de evasão escolar também reduziu após o início do programa. “O que está acontecendo aqui não tem preço. Estamos oferecendo orientação e a possibilidade de eles fazerem escolhas corretas. É um desafio grande para nós, também, como escola, uma vez que estamos aprendendo a romper nossas paredes”, reforçou o gestor.

A diretora da Co-Impact, Kappie Farrington, afirmou ter ficado encantada com o projeto que está sendo desenvolvido nas escolas técnicas. “Uma das coisas mais impressionantes que vi aqui é a ênfase que está sendo dada não apenas no emprego, mas na carreira. O que se faz aqui é ajudar os jovens a se darem bem no futuro, desenvolvendo comportamentos e habilidades. Todo mundo pode aprender técnicas, mas o SENAI está enfatizando outras coisas”, pontuou.

 

>> Leia na fonte.